CANAVIEIRAS

Sete Ilhas marítimas, entre elas a lha de Atalaia, a mais importante, e diversas fluviais, dezessete quilômetros de praias, coqueiral, reserva de Mata Atlântica e áreas de manguezal que abrigam rara fauna silvestre, formam a beleza cênica de Canavieiras, cidade onde se destaca o casario dos séculos 18 e 19, como a Igreja Matriz de São Boaventura, de 1718, e a sede da prefeitura, de 1879. Canavieiras possui uma paisagem excitante, combinando reservas de Mata Atlântica, manguezais, cajueiros e mangueiras. A principal fonte de renda do município é a lavoura cacaueira, mas se destacam o coco, a piaçava, a madeira, a pecuária e o dendê. Canavieiras ainda se destaca como o maior pesqueiro do robalo e marlin do Brasil, o que atrai para o lugar esportistas adeptos da pesca.

 

 

SANTA LUZIA

Santa Luzia é dona de muitas belezas naturais, abrigando rios, cachoeiras, lagoas, cavernas e alguns paredões de rocha. No passado foi o maior pólo de exploração diamantífera do sul da Bahia. Santa Luzia vem se tornando um pólo bastante movimentado por aqueles que buscam esportes radicais.

Cavernas, rios, cachoeiras, poços, lagoas e grandes paredões de rocha desenham a bela paisagem de Santa Luzia, o mais novo dos municípios da Costa do Cacau, desmembrado de Canavieiras em 1985. O cenário, que se enquadraria perfeitamente como parte da Chapada Diamantina, resguarda uma vantagem extra: a proximidade com o mar.

Fruto das riquezas e opulência dos diamantes, o Povoado de Jacarandá, às margens do Rio Pardo, tombado Sítio Histórico e patrimônio do município, conserva construções coloniais, como a igreja de Nossa Senhora do Rosário, que abre a uma vista privilegiada da cidade, no alto de uma colina.

No início do século XX, a busca de areias monazíticas levou aos diamantes do Salobro,a maior exploração diamantífera no sul da Bahia, cenário do romance do médico e escritor Afrânio Peixoto.

Essa exploração diamantífera, juntamente com a expansão agrícola fortaleceu o povoado de Jacarandá às margens do rio Pardo, lugar que teve seu declínio a partir de uma enchente calamitosa em 1914. Posteriormente, surgiria um povoado em local próximo ao anterior, que recebeu o nome de “Arriba Saia” (atual município de Santa Luzia), porque ali havia muita lama e as mulheres precisavam levantar as saias para andar no lamaçal.

 

HOME  / CANAVIEIRAS /  COMANDATUBA/UNA

OLIVENÇA  / ILHÉUS  / SERRA GRANDE  / ITACARÉ

PASSEIOS /  DICAS&RESERVAS